Might of Ra

A Volkswagen confirmou a chegada no híbrido Golf GTE ao mercado brasileiro em novembro, durante evento realizado hoje (22) para anunciar uma rede de recarga rápida em São Paulo. A partir de uma parceria entre VW, Audi e Porsche, empresas do Grupo Volkswagen, e a EDP, serão instaladas 30 novas estações de recarga de veículos elétricos no Estado.

O objetivo é interligar 64 pontos de carregamento entre os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Espírito Santo e Santa Catarina, criando um corredor com mais de 2.500 quilômetros de extensão. Essas estações serão posicionadas a uma distância máxima de 150 quilômetros, instaladas nas rodovias Tamoios, Imigrantes, Carvalho Pinto, Governador Mário Covas, Dom Pedro, Washington Luís e Régis Bittencourt.

VW Porsche e AudiO projeto receberá investimentos de R$ 32,9 milhões e incluirá 29 postos de 150kW e um posto de 350 kW, além de mais 30 equipamentos de 22kW (AC) – desse modo, cada ponto de recarga terá uma estação ultrarrápida e uma semirrápida. Segundo a EDP, os novos postos de carregamento ultrarrápido são capazes de reabastecer 80% da bateria de um carro entre 25 e 30 minutos.

O início da implementação acontecerá ainda em 2019, com as primeiras inaugurações programadas para 2020 e conclusão do projeto no prazo de três anos.

Novos modelos para a América Latina

O Golf GTE é um híbrido plug-in, ou seja, pode ser recarregado na tomada. Ele apareceu no Salão do Automóvel de São Paulo no ano passado e chegará importado com motor 1.4 TSI de 150 cv atuando em conjunto com outro motor elétrico de 102 cv. Esse sistema trabalha com potência máxima de 204 cv, levando o hatch de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos e à velocidade máxima de 222 km/h.
VW Golf GTEJunto com o Golf GTE, o presidente e CEO da Volkswagen América Latina, Pablo Di Si, revelou que a região receberá seis carros elétricos e híbridos até 2023. “O sucesso desta estratégia depende de uma ampla infraestrutura de carregamento para oferecer um serviço de qualidade para o consumidor. É necessária uma visão 360º, com o envolvimento de todas as partes interessadas, como Governo, iniciativa privada, sociedade e entidades para que tenhamos políticas estratégicas e regulamentadas para fomentar investimentos na eletrificação no Brasil”, disse.

VW Golf GTEAo todo, a Volkswagen irá investir 9 bilhões de euros em mobilidade elétrica entre 2018 e 2023, incluindo o desenvolvimento da família ID., produzida a partir da plataforma MEB (Arquitetura Modular de Propulsão Elétrica) criada especialmente para veículos 100% elétricos. O primeiro veículo dessa família será o ID.3, que estreou em setembro no Salão de Frankfurt, na Alemanha, devendo chegar ao mercado europeu em 2020.

 

Share This
Might of Ra Mapa do site