Might of Ra

Mercado de usados teve mais de 770 mil unidades transferidas em julho de 2023

 

Golpes carros usados

Um golpe comum é o do falso laudo, em que o vendedor golpista emite um laudo não verdadeiro – Foto: Visão Total

 

Omercado de carros usados está em alta, uma vez que no mês passado foram vendidos 772.838 veículos no Brasil, o que representa um crescimento de 5,33% contra junho deste ano, quando foram transacionadas 733.758 unidades. Desta forma, os números da Fenabrave mostram um mercado aquecido, o que tem atraído novos clientes e, também, golpistas. Portanto, para ajudar os consumidores que irão comprar um carro usado, a Carro traz uma lista com os 6 golpes mais comuns feitos no Brasil.

1 – Quilometragem adulterada
Esse é o golpe mais comum, mas hoje é fácil de descobrir. Basta um laudo cautelar para saber se o sistema do veículo foi adulterado. Além disso, alguns modelos contam com informação de rodagem em peças, como no câmbio. 

2 – Carro de leilão
Alguns carros podem ter o histórico de leilão apagado, o que faz o cliente ser enganado na hora da compra. “Essa é a fraude mais comum hoje em dia, mas basta fazer um laudo cautelar que a verificação do sistema é infalível e mostra eventuais problemas no histórico do carro. Mas é preciso ter atenção pois o laudo ECV, que é mais simples, não aponta a passagem por leilão. Já o laudo cautelar sempre mostra”, explica André Luís Costa, diretor da Visão Total Vistorias. 

Golpes carros usados

Para descobrir se o veículo foi batido é preciso fazer um laudo cautelar – Foto: Visão Total

 

3 – Histórico de sinistro
Mesmo que seja fácil identificar, que alguns carros foram danificados, alguns golpistas mentem sobre o histórico de sinistro. Portanto, para descobrir se o veículo foi batido é preciso fazer um laudo cautelar, que fará uma análise completa da estrutura do modelo. 

4 – Restrições Administrativas
Outro golpe é quando o vendedor vende o carro dizendo que não há restrições administrativas, que são impostos não pagos, processo judicial por inventário ou envolvimento do veículo em alguma ação criminosa. Desta forma, para descobrir será preciso fazer uma pesquisa nas bases da secretaria da fazenda, DETRAN, entre outros órgãos. O que pode facilitar é contratar uma vistoria cautelar.

5 – Golpe da multa
Antes de comprar um veículo faça sempre uma pesquisa de multas no DETRAN do estado onde o carro foi registrado. Também é válido fazer um acordo por escrito com o vendedor, em que a data de entrega do veículo vale como responsabilidade por eventuais multas.

6 – Falso laudo
Outro golpe comum é o do falso laudo, em que o vendedor golpista emite um laudo não verdadeiro do veículo. Portanto, sempre busque uma empresa séria para fazer a vistoria cautelar. “Se a loja não permitir que o cliente leve em local de sua confiança ou exija um documento atualizado é sinal de que há algum problema com aquele veículo”, ressalta Costa.

Share This
Might of Ra Mapa do site