Might of Ra

Preço extra para levar itens que poderiam vir de série deixa o custo-benefício
da nova Fiat Toro Endurance 2.0 em xeque

Fiat Toro EnduranceA Fiat detém a liderança no segmento de picapes, com uma dobradinha da dupla Strada e Toro desde o lançamento desta última, em 2016. Com a Toro praticamente sozinha no segmento intermediário entre as compactas e médias – apesar da proposta semelhante, a Renault Duster Oroch não concorre em preço –, a Fiat foi discreta na primeira renovação da picape, com mudanças pontuais.

Na linha 2020, a Toro traz para-choque timidamente redesenhado, com um aplique plástico na região da placa que lembra uma barra de impulsão. Houve ainda alterações na gama de versões, com destaque para as inéditas Endurance 1.8 manual (R$ 94.990) e Endurance 2.0 AT (R$ 131.990), aqui avaliada. Alteração bem-vinda é a adoção de uma nova central multimídia, com tela maior (de 7 polegadas) e compatível com Android Auto e Apple CarPlay.

Fiat Toro EnduranceA picape da Fiat continua a surpreender por bons detalhes do projeto, como a abertura bipartida da tampa traseira (que permite alcançar objetos na parte posterior do assoalho) e a construção do tipo monobloco (como nos irmãos de projeto da FCA, Renegade e Compass). Outro ponto elogiável é a suspensão traseira independente (multibraço), que contribui para a dirigibilidade semelhante à de um automóvel de passeio.

Pontos a melhorar são a largura das colunas dianteiras (aumenta consideravelmente os pontos cegos), a escassez de porta-objetos na cabine e o alto volume do aviso sonoro quando o alarme é acionado. Outra falta inexplicável é a ausência de uma simples etiqueta na base da porta do motorista ou na tampa do bocal de abastecimento com a indicação da pressão de enchimento dos pneus – é preciso sempre recorrer ao manual do proprietário para descobrir qual a recomendação para rodagem com média ou plena carga.

Ao contrário das versões 1.8 flex, não falta agilidade à Toro com motor turbodiesel. Os 170 cv de potência e 35,7 kgfm de torque gerados pelo 2.0 Multijet são suficientes para levar a picape de zero a 100 km/h em 11s3 e retomar de 40 a 100 km/h em 8s6.

Fiat Toro EnduranceO câmbio de nove marchas trabalha de forma suave e é um aliado para o baixo consumo em rodovia – a 120 km/h, o motor trabalha a apenas 1.900 rpm. A Toro cravou 9,6 km/l na cidade e 14,6 km/l em ambiente rodoviário, o que garante autonomia superior a 700 km. Com tração 4×4, a picape da Fiat oferece capacidade de carga de 1.000 kg – que, vale ressaltar, inclui o peso de todos os ocupantes do veículo e dos itens transportados na caçamba.

Com inegáveis qualidades, a Toro Endurance 2.0 “derrapa” no quesito custo-benefício. Para equipá-la com itens valorizados pelo consumidor (como central multimídia ou sensor de estacionamento), é preciso acrescentar dois pacotes de opcionais, que elevam o preço a R$ 140.990 (somada a pintura metálica). Por este valor, a Freedom 2.0 (R$ 143.990) torna-se uma opção muito mais atraente, já que traz de série os opcionais da Endurance e vem com equipamentos extras, como ar-condicionado digital de duas zonas, capota marítima, apoio de braço com porta-objetos, borboletas no volante e bancos com acabamento diferenciado.

Ficha técnica Fiat Toro Endurance

Share This
Might of Ra Mapa do site